terça-feira, 29 de julho de 2014

Filme O Reino


Mais uma dica de filme para quem curte o tema Arabias! O Reino (The Kingdom) é uma produção americana de 2007 com participação dos atores Jamie Foxx, Jennifer Garner, Ashraf Barhom entre outros! O filme já foi exibido na Tela Quente na Globo e na Record na Super Tela. É um excelente filme sobre guerra! Muito bem feito !

Sinopse 

Num dos piores ataques contra ocidentais no Oriente Médio, homens-bomba mataram mais de 100 e feriram mais de 200 funcionários de uma petrolífera, além de integrantes de suas famílias. O ataque ocorreu ao complexo residencial de Oasis, em Riad, na Arábia Saudita. Enquanto burocratas discutem questões sobre a territorialidade, o agente especial Ronald Fleury (Jamie Foxx) e sua equipe negociam uma viagem secreta de 5 dias à Arábia Saudita, na qual pretendem localizar o responsável pelo bombardeio. 

Quando chegam no deserto eles se deparam com autoridades sauditas desconfiadas e hostis a americanos se intrometerem em um assunto local. De mãos atadas devido ao protocolo e com o tempo contra eles, os agentes do FBI percebem que sua experiência é inútil caso não conquistem a confiança dos sauditas. É quando Fleury consegue o auxílio do coronel Faris Al Ghazi (Ashraf Barhom), que foi designado para proteger os visitantes americanos



Eu não encontrei no Youtube o filme completo para postar aqui. Mas o filme pode ser assistido naquelas sites de filmes onlines, pagos ou gratuítos !


sexta-feira, 25 de julho de 2014

Aeroporto de Doha



Quando eu estava me preparando para a última viagem para Turquia e Qatar, eu fui buscar informações em blogs, sites e até mesmo no Youtube sobre como era à Imigração no aeroporto de Doha e mais detalhes sobre o terminal.  A coisa que eu mais li e ouvi foi: o aeroporto de Doha é uma rodoviária! Ou é que pior do que o inferno! Vale lembrar que até o final de Maio de 2014 este era o único aeroporto de Doha, mas agora um novo aeroporto moderno foi inaugurado.  Vou falar sobre o novo em outro post!

Bem na primeira passada pelo Qatar eu não entendi o porque desta afirmação. Foi super tranquilo mesmo! Cheguei em Doha por volta das 23:00 hs após um longo voo de quase 15 horas e não tive nenhum problema no aeroporto. Visto e Imigração ok! Raio-X e transfer ok ! O aeroporto estava vazio e foi tudo muito rápido. Era um aeroporto pequeno e simples, mas sem contratempos!!!

No dia seguinte voltamos para o aeroporto para embarcar rumo a Istambul e também foi tranquilíssimo. Passamos rápido pela Imigração e Raio-X e já saímos no Free Shop. Um Free Shop pequeno dividido em produtos luxo e produtos simples. Quando digo luxo, quero dizer com stands de ouro, sim muito ouro! Stands de perfumes e cosméticos importados, além de óculos e relógios! Lembrando que usei o terminal para viajantes da classe econômica!
 
                                                        Fotos Conexão Oriente no Aeroporto de Doha



 Quando digo produtos simples, quero dizer aquelas coisas bobas de aeroporto mesmo como: chaveiros, enfeites, bandeira, cigarros, bebibas, chocolates suíços e belgas, Nutellas de 1 kg, tâmaras e coisas que nunca tinha visto em Free Shops antes! Falo de pacotes de 02 kg de leite Ninho que no Oriente é Nido , pacotes de achocolatado de 02 kg Nesquik. Acho que essa particularidade no Free Shop tem a ver com os trabalhadores da Asia que compram esses produtos quando estão viajando para seus países de origem! Pelos menos eu só vi pessoas asiáticas comprando leite Nido e Nesquik, não vi nenhum viajante ocidental comprando tais produtos.

Então, eu passei pelo aeroporto, peguei meu voo e fui para Turquia. Tive uma estadia maravilhosa em terras turcas! Mas como tudo que é bom dura pouco, após 10 dias chegou a hora de voltar para o Brasil e para isso era preciso passar pelo Qatar de novo !!!

Nosso voo saiu ao meio-dia de Istambul e por volta das 16:00 chegamos em Doha novamente. Dessa vez já pegamos o aeroporto mais movimentado e com filas grandes na Imigração. Demoramos um pouco para pegar o visto e ir para hotel devido aos voos que chegaram da Asia na mesma hora. Os passageiros que estavam lá eram de algum país da Asia que eu não soube identificar. Eles eram de tez escura mas de olhos puxados! Meu palpite é que eram de Bangladesh ou Filipinas! Ou Ambos! 

Abre parênteses (O que me chamou  a atenção não foram nem a cor nem os traços dos passageiros e sim a situação deles. Eles deveriam ser pessoas paupérrimas! Estavam vestidos com as roupas mais rôtas que eu já vi em minha vida. Eles usavam farrapos e estavam aparantemente bem desnutridos e sem brilho no olhar! Nunca me senti tão mal na vida ! Eles estavam ali em farrapos, com malas rôtas e com pastas ou envelopes com algo que parecia ser um contrato de trabalho! Eles não estavam ali a passeio ! Eles estavam ali para trabalhar! Não pra trabalhar em um hotel ou restaurante. Estavam ali para trabalhar na construção civil e em situações análogas a escravidão. Ganhando uma miséria e vivendo em alojamentos podres e não se alimentando direito! Eu vi como os operários da construção trabalham debaixo daquele sol de 200 graus! E eles estavam no Qatar para ganhar um miséria e mandar pra família miserável que ficou lá na Asia!) Fecha parênteses !
 
            Imagens Retiradas do Google



Depois de passar pelo choque de realidades no aeroporto fui para o hotel descansar e dormir! No outro dia pela manhã fui para o aeroporto e fiz os procedimentos de imigração e Raio-X. Depois fui para o Duty Free dar uma olhada mas não comprei nada porque já tinha comprado o que queria no Free Shop de Istambul que estava bem mais em conta do que Doha ! Rodei um pouquinho pelos stands de perfume e jóias e resolvi subir para procurar meu portão de embarque. Fui então subir a escada que levava para o segundo piso onde ficava os portões de embarque. 

Foi então que eu tive a visão do inferno! Ou melhor de uma verdadeira rodoviária: lotado e barulhento estava o setor de embarque! Um mar de gente ocupando todas as cadeiras e parte do chão! O Arabistão inteiro estava lá! Mulheres de niqab preto, mulheres de burca, indianos vestidos a caráter e barulho, gritaria e confusão! Meu, não tinha como andar  de tanta gente! Precisei ir no banheiro e estava lotado! Demorei quase meia hora na fila ! Depois que achei meu portão de embarque e que fiquei um tempo da fila pra entrar no portão de embarque. Já no portão de embarque fiquei esperando o ônibus que levava para o avião no pátio do aeroporto. Uma vez no pátio, sob um calor de 100 graus fila para entrar na aeronave ! Foi sinistro mesmo! Uma vez dentro do avião e do ar condicionado me senti no paraíso!
 
                                         Imagens retiradas do Google




Como foi inaugurado o novo Aeroporto Internacional Hamad em Maio, eu não sei se este aeroporto velho vai continuar operando ou não! Estou ansiosa para conhecer o novo aeroporto, que deve acontecer em 2016 quando pretendo viajar para o Qatar novamente!

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Filme Catfish


Esse é um filme que toda mulher que mantêm uma relacionamento amoroso virtual deveria assistir. Catfish não conta uma linda estória de amor ou um drama de uma mulher com um homem árabe. Catfish fala do namoro virtual em si! Fala exatamente das pessoas que se apaixonam pela idéia de se apaixonar ! Fala dos riscos de se apaixonar por um perfil falso. Quantas pessoas no mundo já se apaixonaram por um perfil falso? Milhares! Sendo que muitas delas foram vítimas dos scammers nigerianos! Ou na melhor das hipóteses por perfis fakes inofensivos criados por adolescentes para passar o tempo!? Para quem não sabe "catfish" significa criar perfis falso em redes sociais!

Sinopse


“Catfish” é um filme em forma de documentário que conta a história de Nev, um fotógrafo de Nova Iorque de 24 anos que acaba por conhecer a artista Megan, dando assim origem a um romance online, que inclui troca de presentes e conversas ao telefone com a jovem e até com membros da sua família.
Porém, ao ouvirem revelações surpreendentes sobre a jovem, Nev e os seus amigos, Ariel e Henry, embarcam numa viagem em busca da verdade, indo até a uma fazenda no Michigan para conhecer toda a família, que parece perfeita. A partir daí o trailer não mostra mais nada, apenas diz que os 40 minutos finais serão “uma montanha-russa emocional”.
“Catfish” foi considerado o grande sucesso do Festival de Sundance deste ano. O filme tem estreia mundial agendada para o dia 17 de Setembro. Em Portugal não existe qualquer data de estreia prevista.


Para alegria geral da nação consegui achar o filme completo no Youtube mas o Blogger não deixou eu colocar diretamente aqui. Não sei o porque mas isso ta acontecendo direto to Blogger não permitir colocar um ou outro videos. Mas aqui está o link direto para o filme.





domingo, 13 de julho de 2014

Filme Cairo 678



O filme Cairo 678 é uma excelente dica para quem deseja conhecer mais um pouco sobre a cultura árabe. Neste filme o cenário é Cairo no Egito e fala sobre o assédio sexual, presente na sociedade egípcia! Vale muito a pena assistir este filme! É uma produção egípcia e foi lançado em 2011. O filme mostra 03 mulheres de 03 classes sociais diferentes mas que passam pela amarga experiência de ser sexualmente assediadas! Mostra como o abuso sexual pode destruir uma mulher emocionalmente !

Sinopse

Fayza  é uma dona de casa pacata e mãe de dois filhos, que não consegue evitar o assédio diário ao pegar o ônibus. No outro lado da cidade vive Seba , uma endinheirada designer de jóias que, após ser violentada durante um jogo de futebol, passa a ensinar outras mulheres a se defender. Já Nelly virou alvo de todo o país ao se tornar a primeira egípcia a apresentar uma queixa na justiça por assédio sexual. 

O filme fala claramente sobre o machismo que impera na sociedade egípcia que culpa as mulheres pelo assedio e abuso sofrido e isenta os homens que não capazes de refrear seus próprios instintos!  Tem uma cena muito interessante onde a personagem Fayza chega a culpar as companheiras pelo assédio sofrido porque elas não se cobrem! Até as mulheres são machistas umas com as outras!





 Eu encontrei no Youtube o filme completo e com legendas em português.




 Cairo 678



quarta-feira, 9 de julho de 2014

Review hotéis em Istambul - Victory SPA & Hotel e Aston Residence


Salam !

Em Setembro de 2013 eu viajei para Istambul na Turquia e fiquei hospedada em 02 hotéis de diferentes. Na época que eu viajei estava acontecendo um festival de cultura coreana na cidade. Como havia uma quantidade grande de turistas na cidade é obvio que as ofertas de hospedagem diminuíram.

Nos primeiros 05 dias eu fiquei no  Victory Hotel & Spa em Beyazit e os últimos 04 dias no Aston Residence em Beyoglu. As melhores opções de hotéis fica mesmo em Sultanahmet, bairro que se concentra a maior parte das atrações turísticas da cidade.

Apesar  de que eu goste de me hospedar no bairro Beyoglu também, pela facilidade de locomoção e as opções de lojas, bares e restaurantes. Estes hotéis que eu fiquei não eram minhas prioridades por eu tinha preferências por outros, mas infelizmente não tinha quartos disponíveis para o período que viajei, para outros hotéis!

Review Victory Hotel & Spa


O Victory Hotel & Spa fica ao lado do Hotel Barceló Saray no bairro Beyazit, mas a portaria do hotel é na Mithatpasa Cad. nº 1 34130. Mas a frente do hotel fica na Ordu Caddesi, rua onde passa o moderno bonde Tramway. Na verdade eu queria ficar no Barceló Saray mas não tinha quarto disponível. Fiquei então com a segunda opção.

O ponto forte do hotel é sua excelente localização. Pois basta descer a rua principal até o fim que chegará nas principais atrações turísticas como Mesquita Azul, Aya Sofia, Palácio Topkap e muito mais. Sem falar nos restaurantes, bares e cafés que estão a cinco minutos de distância do hotel.

O hotel conta com restaurante no terraço, piscina, sala de ginastica e Spa. Os quartos são razoáveis, limpos e os moveis novos. No quarto eles fornecem duas garrafas de água (por dia), chás, café solúvel e uma chaleira elétrica para os hospedes sem cobrar por isso! 

O café da manhã já incluso na diária é servido no terraço das 07:00 hs as 10:00 hs da manhã. No buffet há alguns tipos de pães, frios, sucos, chás. Também é oferecido café, salada e algumas frutas. Não é aquele café  cinco estrelas mas quebra um galho!

Por se tratar de um hotel islâmico, não são servidas bebidas alcoólicas nem alimentos haram. Por isso não tem cerveja, raki, vinho no frigobar nem no menu de bebidas. Você precisa comprar em mercadinho do bairro e colocar no frigobar. 



 


Sobre o atendimento eu posso dizer que foi bom! Está bem longe da hospitalidade árabe presentes nos hotéis da Síria e Qatar por exemplo mas não era tão ruim assim. Eles eram educados mas bem secos, bem no estilo dos turcos mesmo. E eles demoram muito para atender aos pedidos dos hóspedes. Nas duas ocasiões que solicitei alguma coisa para eles, demorou bastante. A primeira foi para me passarem o login e senha da Internet. A segunda foi quando pedi um ferro de passar roupas emprestado. Tive que ligar duas vezes e ainda demorou um bocado. Queria passar uma camisa que amarrotou na mala e queria passar para sair toda alinhada pra Night!

O hotel não era um cinco estrelas mas também não era um muquifo! Na época a diária estava em torno de 140 euros para um quarto padrão deluxe. Um quarto confortável com cama de casal, banheiro digno e super limpo!

O que eu mais gostei foi mesmo a localização. Na rua principal do bairro, praticamente em frente a estação de Beyazit de Tramway. Pertinho de tudo, tudo. Eu só usava o transporte para ir para outros pontos da cidade. Porque no Sultanahmet não tinha necessidade! Se eu me hospedaria neste hotel novamente? Por causa da excelente localização, a resposta é sim! Para conhecer o hotel clique aqui.

Review Hotel Aston Residence


Este hotel fica bem próximo a Praça Taksim em uma transversal. Nem preciso dizer que a localização é ótima. Fica  há uns 300 metros de distância da Praça Taksim e a menos de 500 metros da Istiklal Cadesi que é a avenida principal da região. Nesta famosa avenida tem diversas lojas, bares, cafés, restaurantes e boates! Além claro do bondinho vermelho!

Este hotel fica em uma rua apertadinha chamada Ferediye Caddesi, nº 26 34410, que abriga alguns hostels frequentados por turistas jovens no maior estilo mochileiro mesmo! É um hotel razoável com 04 pavimentos e 04 quartos por andar.

O staff é formado basicamente por jovens e eles são muito receptivos! É um hotel voltado para o publico mais jovem e os funcionários também possuem este perfil! Atendentes que falam inglês fluente e sempre prestativo! Nota 10 para o atendimento deste hotel.

Os quartos são pequenos porem limpos e confortáveis! Também é oferecido garrafas de água, chás e café solúvel e chaleira elétrica para os hospedes! A internet é free e com qualidade razoável! Não é aquela mega velocidade mas é suficiente para acessar redes sociais, jornais e afins!






O café da manhã incluso na diária é servido na cafeteria localizada no terreo do hotel. Eles servem pães, chás, café, sucos, frios, queijos e frutas e além de  salada com pepino, tomates e azeitonas. Eu acabei comprando pães, frios, queijos, sucos em um mercadinho próximo a Praça Taksim e eu mesma preparava meu café da manhã de acordo com meu gosto!

As diárias na época estavam na faixa de 120 euros para um quarto na categoria standard. Existem as opções de quarto deluxe e suite! A diferença é basicamente o tamanho dos quartos e presença de banheira no toalete! Para conhecer melhor o hotel clique aqui.

Então esta foram as minhas experiência em termos de hospedagem em Istambul. São as mais recentes na realidade!

Salam !!!

sábado, 5 de julho de 2014

Filme Persepolis


Persépolis é uma produção francesa de animação de 2007, baseando no romance autobiográfico homônimo de Marjane Satrapi. O filme foi escrito e dirigido por Marjane Satrapi e Vincent Paranoud. A trama começa  um pouco antes da Revolução Iraniana, quando Marjane se torna adolescente e termina quando ela se torna uma expatriada de 22 anos. O título do filme faz referência a cidade histórica de Persepolis.

A primeira vez que eu assisti o filme foi em Julho de 2012, em uma tarde fria de Domingo e foi uma indicação do Blog Chá-de-Lima da Pérsia, da Janaina Elias e de lá pra eu devo ter assistido mais umas 5 ou 6 vezes!

O filme é muito interessante porque a família central não é uma tipica família religiosa mas a pequena Marjane tinha como sonho de tornar profetiza e salvar o mundo. Mas em 1979 a Revolução Iraniana e a derrubada do Xá e seu regime. O Irã e o seu novo governo islâmico começa a ditar o que população deve ou não fazer, como a utilização de véus para cobrir os cabelos das mulheres. Nesta época Marjane abandona a vontade de ser profetiza e tem uma fase mais punk e acaba por ir estudar na Europa.










O Youtube não está permitindo que eu coloquei o filme completo dublado. Não sei se é só comigo mas eu não conigo mais colocar filmes completos aqui. Não sei se o problema é com o Blogger. Mais aqui tem o link para vocês assistirem Persépolis Completo Dublado

Salam !


terça-feira, 1 de julho de 2014

Cantores Turcos - Soner Sarikabadayi

Soner Sarikabadayi é um cantor e compositor de música pop turca. Ele tem 35 anos e nasceu na cidade turca Kahramanmaras. Eu conheci o trabalho de Soner na minha última viagem a Turquia no ano passado. A música Kutsal Toprak que tocava direto em bares, cafés e restaurantes e também nos canais de video clipes.