domingo, 4 de agosto de 2013

Como Se Vestir em Viagens ao Oriente Médio

Como Se Vestir em Viagens ao Oriente Médio 

Este post é especifico para o publico feminino que acessa o blog. Muitas meninas planejam visitar algum ou vários países lá nas Arabias e tem muitas dúvidas sobre o que vestir. Sobre o que pode ser usado, o que deve ser evitado ou o que é proibido usar.

Todos os países do Oriente Médio com exceção de Israel são de maioria muçulmana. Alguns países são mais flexíveis com turistas ocidentais e não são tão severos com os gringos. Em compensação outros aplicam suas regras severas também aos seus visitantes estrangeiros.

Vale lembrar que o clima do Oriente Médio é bem mais seco que o nosso e isso causa ressecamento da pele, mucosas e cabelos. Para proteger a pele principalmente durante o dia, o ideal é usar roupas mais comportadas e de tecidos leves.

Vou dividir as dicas do que vestir em: Roupas indicadas, roupas que devem ser evitadas e roupas que são proibidas. Países como Turquia e Líbano são bem tolerantes mas é melhor não abusar !!!

Looks que são indicados.



Mesmo em países tolerantes é essencial manter o bom senso em se vestir e evitar o assédio masculino e problemas com a Policia e pessoas mais religiosas. A Turquia é um país mais moderno e recebe muitas turistas europeias, especialmente as polacas e russas. As polacas sempre circulam pelas cidades usando shortinhos e mini saias. Bem elas usam, mais são chamadas de prostitutas russas pelos turcos.

Vale lembrar que a mesmo a Turquia não é toda moderna como muitos pensam. Uma coisa é andar como de shortinho em Istambul e outras cidades mais turísticas. Agora outra coisa é vestir roupas ousadas no interior do país, perto da fronteira com o Iraque e Curdistão onde a população é muito tradicional!

De preferência por calças ou leggings combinadas com camisas, camisetas e batinha mais compridas, que cubram os quadris e evitam os olhores gulosos dos homens. Prefira camisas e afins de mangas ou pelo menos tente cobrir os ombros.

Para visitar mesquitas é preciso cobrir os cabelos, ombros e pernas. Leve um par de meias e uma sacola para guardar seus sapatos enquanto visita uma das cerca 2000 mesquitas em Istambul. Vestidos e saias na altura do joelhos e que cubram os ombros são bem-vindos.





Looks que devem ser evitados

 Apesar da Turquia ser um país bem tolerante, algumas roupas devem ser evitadas para seu próprio bem estar. Para evitar o assédio masculino, evitar ser repreendida por pessoas mais velhas ou muito religiosas. Não é bom abusar dos anfitriões!!!

Claro que tem várias meninas que foram lá e se vestiram de forma ousada e não aconteceu nada. Mas estando em terras estranhas é melhor conforme a dança! Se for durante o verão poderá ver várias polacas vestidas com roupas parecidas, como estas das polacas da foto acima. Não custa lembrar que muitas dessas polacas são garotas de programas e se você se vestir como elas, será vista como uma prostituta também! Fica a dica.

Se quer usar uma mini saia, vestido curto ou um shortinho, use algo mais discreto decente e se possível use uma legging ou meia calça por baixo. Ficará mais protegida desta forma e de preferência ande de taxi com algum amigo homem para evitar o assédios dos turcos tarados.

Evitar roupas muito colada, roupas transparentes, alcinhas  e decotes muito chamativos. Você não quer ser confundida com uma traficada da falecida novela Salve Jorge em Istambul?! A pior coisa que uma mulher pode fazer é se vestir de forma vulgar e sem ser sexy. Para conquistar um turco bonitão não precisa mostrar a mercadoria de forma tão explicita.



Looks Proibidos Em Países Islâmicos

O look periguete é terminantemente proibida em países como Emirados Árabes, Qatar, Bahrein, Kuwait, Oman, Arabia Saudita, Jordânia. Não é bem visto no Egito, Líbano,Turquia, Tunísia, Argélia, Marrocos, Síria, Iraque e nos Territórios Palestinos.

O visual estilo panicat em muitos países podem render multas, prisões ou até mesmo chibatadas. Em muitos países se vestir assim é um haram grave e você será muito hostilizada e chamada de prostituta para baixo. Então nem pense em sair nas ruas e expor sua figura assim na Medina, porque com certeza você vai queimar no mármore do inferno.

Claro que essas regras são para sair as ruas e não para ficar em casa ou no hotel. Na rua e em locais públicos não pode de jeito nenhum. Tem gente que não acredita e se quer usar roupa de periguete o problema é seu e quem vai levar chibatadas ou ficar presa por usar roupas provocantes será você e não euzinha aqui!!!





Espero que tenham gostado do post !!!!

Salam !!!


Reações:

15 comentários:

  1. Olá, Andréia. Conheci o blog e estou amando, afinal, amo cultura árabe. Parabéns pelos posts, são todos muito interessantes. Beijos e sucesso

    ResponderExcluir
  2. Olá, Andréia
    Conheci o blog e estou amando, vc sempre aborda assuntos interessantes. Obrigada por compartilhar tanta coisa boa, pois sou apaixonada por cultura árabe. Beijos e muito sucesso querida!

    ResponderExcluir
  3. Estava conversando com meu amigo sírio uns dias atras sobre esteriótipos e a má fama internacional da mulher brasileira, e estava explicando pra ele que não é bem assim, que somos até um pouquinho machistas quando vemos uma mulher com roupas muito curtas. No dia seguinte, postei no Facebook umas fotos do ultimo verão onde eu e minhas amigas estávamos vestindo shorts no meio das coxas, bem larguinhos até. Pra quê! No mesmo minuto ele veio "Lembra o que conversamos ontem? Você também usa roupas curtíssimas!" kkkkkkkkk E pra eu convence-lo que isso é normal aqui, tive até que googlar uma foto uma piriguete e mandar para ele pra mostrar o que é curto nos nossos padrões (só depois me lembrei que ele é muçulmano e estão no Ramadan, tadinho rs). Mas é bem complicado mesmo, se um dia eu for pra lá já sei o que não usar :)

    ResponderExcluir
  4. Oi Andrea! Adorei o post,desejo um dia visitar o oriente, e quando meu sonho se realizar ja sei o q vestir,eu ja tinha uma noção,pq nao costumo me vestir a la periguete, porem achei muitos lindos os modelos q vc postou, tipo alguns cobrem todo o corpo mas fica muito elegante,achei lindissimo! Parabéns!
    Teh mais!

    ResponderExcluir
  5. Meu namorado é da Tunísia e lá é um chamado "islamismo light".
    As muçulmanas de lá se vestem como nós...regatinhas de alçinha, vestidos nem curto nem longo, calças apertadas...kkkk estão antenadas com a moda.
    Só não vale usar também lá é roupa de piriguete, né? aí não dá....kkkk
    Parabéns pelo seu blog...muitas dicas interessantes Andréia.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  6. Olá Joice!

    Obrigada por curtir o blog e os posts. Também amo a cultura árabe !!!

    Bjs !!!

    ResponderExcluir
  7. Olá Kerolaine !!!

    Muita gente confunde ficção com realidade. Por causa do Carnaval e dos bailes funks, os gringos pensam que todas brasileiras se vestem e tem a mesma atitude e comportamento que as meninas que aparecem nos dvds de funk e de carnaval que eles assistem la fora.
    Nem tudo que é postado no Youtube é realidade que existe no Brasil.
    Também existe a diferença cultural que impede um árabe de entender que uma mulher pode estar de niquini na praia e ser honesta e que uma mulher vestida de burca pode ser uma vadia que esconde por tras de uma vestimenta.
    O carater e a honra de uam pessoa nao esta naquilo que ela veste. Mas para evitar problemas com roupas por lá, eu sempre aconselho a vestir roupas mais comportada para evitar o assédio e o abuso.

    Abraços

    ResponderExcluir
  8. Olá Tuto!

    As dicas são para evitar assédio e que as meninas sejam confundidas com garotas de programa e para não serem repreendidas por pessoas religiosas!

    Na minha opnião menos é mais! Nada de exageros!!

    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  9. Olá Elaine!

    Não existe islamismo light. O que acontece é que alguns países são mais tolerantes com turistas, justamente por depende do dinheiros do turismo.
    Tenho uma amiga que foi a Tunisia junto com italianos e ela usava roupas bem estilo periguete.
    Mas estava com o marido italiano. Em muitas fotos em que ela estava na praia de biquini brasileiro, as árabes estavam de roupas modestas e com cabelos cobertos. Se ela fosse namorada, noiva ou esposa de muçulmano, duvido que ele deixaria ela sair daquele jeito.
    Muçulmano que deixa a mulher gringa com tudo a mostra não gosta dela, deve ter interesse em algo como visto ou passaporte.
    Nem na Síria que é moderna, me deixavam sair na rua com qualquer roupa!

    Abraços

    ResponderExcluir
  10. Olá Andréia...
    É verdade quando falo isso, querida.
    Ele sempre me fala e mostra tudo que acontece lá.
    Até passeatas, política, tudo mesmo.
    E eu sempre acompanho os noticiários da Tunísia pela internet, é assim mesmo.
    Ele me manda fotos, vídeos do que está acontecendo lá, todos os dias.
    E as muçulmanas lá se vestem assim com eu falei, e não são turistas, nem cristãs não.
    Também as amigas dele do Facebook muçulmanas, se vestem assim também. Ele me manda fotos dele com amigos e amigas e eu sei o que estou falando.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Uma pergunta, quantas vezes você já viajou pra lá?
    Se quer acreditar então seja feliz assim!

    Bause

    ResponderExcluir
  12. Tenho uma amigo que foi, e ele me contudo tudo sobre a Tunísia. Lá é diferente. Existem mulheres muçulmanas que adotam traje tradicional e outras que não adotam.
    Ele é jornalista e conversou muito com os nativos de lá para saber tudo sobre o país.
    Bye

    ResponderExcluir
  13. Para quem prefere a ilusão face a realidade e quanto a isso não há remédio que cure!

    Alah Maak !!!

    ResponderExcluir
  14. Super legal as materias do seu blog.. bem interessante, Parebéns!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário aqui!
Mensagens xenofóbicas ou contendo preconceito religioso não serão aprovadas!